31 de agosto de 2014

Too Cold To Be Without You - Final

 Dica: Podem ler o capitulo ouvindo a música que está tocando, mas escrevi-o ouvindo If i Lose Myself Tonight dos One Republic.

Image and video hosting by TinyPic

Amanda

Meus pés levavam-me para algum lugar que minha mente desconhecia e meu coração ansiava pela chegada. Não queria perguntar-me para onde ia, e porque ia. Não queria deixar de ir para onde quer que estivesse indo, não queria impedir-me de lá chegar.
Quis perder-me, ou encontrar-me. O que fazia, pensava ou onde ia, eram factos desconhecidos para mim. Apenas uma única coisa já não me era desconhecida. O que eu sentia.
Notei que o céu estava ganhando uma tonalidade alaranjada e por alguma razão comecei a correr. Correr na direcção do sol que se estava a despedir do céu.
Somente quando meus pés afundaram-se na areia fazendo entrar pequenos grãos dentro de meus ténis percebi onde me encontrava.
“ Eu te amo, Amanda”
Era uma mensagem, mas por alguma razão tinha ouvido o som das ondas nela. E era por isso que estava ali na praia, porque não havia lugar mais certo para estar naquele momento.
Ignorei-o por duas semanas, e foi a única coisa que tive sucesso durante esses dias, porque esquecer o que aconteceu, esquecer tudo que nós tínhamos passado juntos, esquecer ele, tarefa completamente possível. Não ouvir sua voz, não ver seu sorriso, até ao facto dele simplesmente ter-se afastado de todas as raparigas fazia-me sofrer. Doía-me porque eu sabia o que estava acontecendo, porém era inútil se ele não soubesse por si mesmo que raio estava acontecendo com ele, e sem isso nada eu poderia fazer.
Mas agora ele sabia, eu sei que ele sabe o que tinha provocado os seus pensamentos gays. Sei o que ele sente por mim, mas agora queria ouvir de sua boca aquelas três pequenas palavras que deixaram-me choque por horas.
Nenhuma pessoa normal iria para a praia num dia tão frio como aquele, mas Steven estava longe de ser alguém normal.
Caminhei até o único lugar que mostrava a existência do homem naquela praia, e a cada passo que dava meu coração acelerava seus batimentos. Podia justificar tal acto ser pela corrida, mas nem mesmo uma criança acreditaria em tal coisa.
O ar evaporou do meu corpo enquanto me encontrava a centímetros do seu corpo deitado sobre a areia. Cobria os seus olhos com uma das mãos enquanto a outra repousa sobre seu estomago. Posição típica dele quando se encontrava pensativo. Minha presença só seria notada caso fizesse algum som ou joga-se areia para ele.
- Foi assim tão previsível – o som da sua voz fez meu coração acelerar, pelo susto. Nessa desculpa já se acredita.
- Apenas conheço-te bem – disse esperando que ele se movesse.
- Não tão bem – informou-me envergando seu corpo fixando seus olhos no mar.
- Eu sabia porquê que tu não querias perder-me – informei-o – Não no momento em que te perguntei – expliquei ainda em pé.
- Não falaste-me porquê? – Olhou para mim fazendo meu coração acelerar ainda mais.
- O que tu farias se dissesse que estás apaixonado por mim?
- Não estou apaixonado por ti – respondeu de imediato colocando-se em pé.
- Steven deixa de ser idiota e sê sincero – pedi sentindo meu coração apertar.
- Estou sendo sincero Amanda – seus olhos estavam fixos no meu e vi, que ele não mentia – Nunca me apaixonaria por ti – senti meu peito a ser esmagado.
- Tu és um idiota, sabes? Um completo canalha – disse sentindo as lágrimas a banharem meus olhos.
- Isso é verdade – disse dando um meio sorriso – Um completo canalha e um grandíssimo idiota – o humor reinava em suas palavras.
- Tu és tão mal – reconheci o que sempre ouvi – Como és capaz de fazer-me isso?
- Estás a fazer as perguntas erradas – avisou estando a centímetros difíceis de medir de distância.
- Vai à merda! – Gritei deixando as lágrimas correrem pelo meu rosto.
- E a chorar pelo motivo errado – disse limpando as lágrimas que corriam nos meus olhos.
- Eu amo-te idiota – gritei tirando a sua mão do meu rosto.
- Eu sei, mas não é isso que eu quero que tu fales – disse-me.
- Quero lá saber da porra que tu queres?
- Acredita que é tudo o que mais queres – disse voltando a enxugar as lágrimas do meu rosto – Eu tenho uma única frase na minha mente, e se tu não fazeres a pergunta certa eu irei voltar a fazer merda, porque eu não sei como se faz essas coisas – começou a dizer acariciando meu rosto com seus polegares – Isso é muito estranho para mim, e só estar a ser menos doloroso porque és tu Amanda, porque se fosse por outra pessoa eu teria mandando para merda essa porra demasiado estranha que surgiu em mim – concluiu.
- Porque não me queres perder? – As palavras saíram da minha boca antes mesmo de poder pensar naquilo que ele me tinha dito.
O sorriso que surgiu nos meus lábios mostrou que era aquilo que ele queria ouvir.
Suas mãos abandonaram meu rosto, passaram pelos meus ombros. Meus olhos encontraram-se com os dele tentando entender aquela demora, mas tudo que ele fez foi manter o olhar fixo no meu e percorrer seus dedos pelos meu braços.
Uniu nossas mãos, puxou-me mais para ele, colando seu peito no meu. Inclinando-se levemente para que seus lábios tocassem no meu ouvido.
- Porque eu te amo – disse colocando nossas mãos dentro dos bolsos de seu suéter e sorri.

Image and video hosting by TinyPic
Fim
_____________________________________________________
Porque não tenho febre vim deixar o último, também ainda me desculpando. 
Então?
Foi assim tão mal? Porém espero que gostem e passem no meu outro blog, Cliquem onde está meu outro canto no top. É minha e de minha prima a história.
Em breve Who?
Beijos

6 comentários:

  1. Que fofo, não sei se teria coragem de dizer aquilo para alguém, talvez um dia...
    só hoje é que descobri como ouvir os audios kkkkk :-)

    ResponderEliminar
  2. Hey
    Levei um susto, pensei que revelaria o Steven uma má pessoa! Kk
    Fiquei aliviada com esse final, foi muito fofo!
    Nem acredito que já acabou :( posso me inscrever de novo futuramente? Kkk
    Estou ansiosa para a próxima mini fic, tenho certeza de que será ótima!
    Os mimos de mãe sempre nos fazem melhorar haha
    Posta logo, beijos!

    ResponderEliminar
  3. E eu que por momentos pensei que o final acabaria muito mal!
    Gostei.
    O Who? é a curtinha da Estela, não é?
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Pensei que ia terminar muito mal para o lado da Amanda.
    Aguardo pelo início da próxima curtinha.

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  5. selinho: http://amandasfanfic.blogspot.com.br/2014/09/selinho-u.html

    ResponderEliminar
  6. Desculpa o atraso. Gostei muito do final. O Steven foi mesmo fofo.
    Estou ansiosa pelo "Who?".
    Posta logo.
    Beijos :)

    ResponderEliminar

© Curtinhas , AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena