2 de setembro de 2014

Who? - 1


O som da porta a ser fechada ecoou pelo espaço todo.
Meus olhos desviaram-se para o relógio digital que estava agora por cima da mesa de jantar. Eram exactamente 2 horas e 53 minutos.
A casa inteira estava escura, uma ou outra vela ainda se mantinha acesa, dando um ar mais romântico a aquele que desejava. Na mesa onde ainda me mantinha sentada apenas uma vela ainda estava acesa e era nela onde meus olhos estavam depositados agora.
O som da sola de seus sapatos estava cada vez mais próximo da sala de jantar. Porém o som dos seus passos não trouxe-me o entusiasmo que traria se ele tivesse surgido no mínimo a quatro horas atrás. Naquele momento aquele som despertava a raiva que estava guardada em mim a um ano. Um ano.
Quando o som cessou, dirige meu olhos ao espaço que ligava o hall com a sala de jantar e os seus olhos azuis, demasiado claros para não serem divinos, encontraram-se com as minhas esmeraldas que naquele momento deviam estar sem o brilho que sempre tinham.
Analisei cada parte de seu corpo apesar da luz fraca. Seus cabelos não se encontravam perfeitamente arrumados como estavam naquela manhã. Tinha as mangas de sua camisa arregaladas até seu cotovelo, e nenhum vestígio da gravata azul realeza.
Meu coração avisou-me que não a encontraria em nenhum canto daquele apartamento e nem mesmo no seu carro. Seria mais uma gravata perdida e minha sogra seria usada novamente como desculpa para o desaparecimento de mais uma gravata.
Melhor uma gravata do que a aliança que pelos vistos tinha perdido qualquer significado para ele.
Levantei-me da cadeira e inclinei-me sobre a mesa para poder apagar a vela ainda acesa.
Não me interessava mais pela carne assada que estava no forno, desiste de colocá-la na mesa depois de ter aquecido pela terceira vez.
Peguei na garrafa de vinho com quase vinte anos e levei-a aos lábios terminando-a sobre o olhar atento do homem que tinha jurado amar eternamente.
Joguei a garrafa na sua direcção e vi-a estalar bem ao seu lado no chão. Nenhum movimento ele deu, como se soubesse que não o acertaria. Mas também não era esse meu objectivo. A dor dos cacos cortando sua pele não seria maior que a dor que sentia no meu peito.
- Isso foi desnecessário - sua voz grossa e rouca invadiu meus ouvidos fazendo-me arrepiar e temer, não por medo dele, mas sim por medo do que eu iria fazer naquela noite.
Mantive meus olhos presos nos seus e o silêncio novamente reinou. Sua mão estendeu-se na minha direcção, numa ordem que saísse por detrás da mesa e dirige-se-me até ele. O que obedeci silenciosamente.
A cor apaixonante dos seus olhos ganhou uma tonalidade mais escura quando reparou no traje que envergava.
Ao menos ele ainda me desejava. Ao menos ele ainda me queria em sua cama. Talvez fosse só pelas peças de renda vermelha que cobriam partes mais íntimas de meu corpo, ou pelo facto de ele adorar ver-me com um pedaço seda, tinha sido esse o motivo que ele tinha oferecido o roupão que usava.
Ignorei sua mão estendida e dei mais alguns passos para estar mais próxima a ele.
E seu corpo estupidamente musculoso e alto, não me amedrontavam, nem mesmo os seus olhos possuídos pelo desejo acalmavam-me.
- Feliz Aniversário - desejei para ele.
- Feliz Aniversário - desejou-me.
Estiquei meu braço para trás dele, mantendo minhas esmeraldas presas em seus diamantes e toquei no interruptor que estava atrás de si.
Apesar do ardor que senti devido ao facto de ter estado muito tempo no escuro, a nódoa ainda vermelha no seu pescoço não parecia ter surgido devido a falta de hábito a luz.
O que senti em meu peito era demasiado confuso. As emoções que meu cérebro enviou para cada canto do meu corpo eram difíceis de absorver.
- Lindo presente que a sua Puta mandou-me - o sorriso que estava em meus lábios depois das  palavras citadas, possuíam ainda mais raiva que ele suportava em seus olhos.
- Deixa de ser estúpida - disse afastando-se de mim - Essas tuas suspeitas já deixaram de ser sedutoras há muito tempo - disse dirigindo-se as enormes escadas que separavam a sala de jantar  a de estar.
- Suponho que qualquer coisa tem sido mais sedutora que tua mulher - resmunguei alto.
- Isso é ridículo Estela - encarou-me.
- Ridículo é pensares que eu não vejo as coisas - gritei - Mais hoje, logo hoje - as lágrimas surgiram de algum canto surpreendendo-me.
- Enviei-te um ramo de rosas no escritório - disse - E ainda estás a usar o colar que te dei está manhã - disse frio.
- Tu nem pareces o mesmo homem - a voz saiu fraca de minha garganta. - Tu podias estar com as tuas vadias o dia que quiseres, eu não falo, nunca falei, mas hoje, no nosso dia - lamentei sem nem me preocupar se ele conseguia ouvir as palavras que citava enquanto soluçava.
- Tu podias dar-me um filho Estela - cuspiu as palavras fazendo meus olhos secarem no segundo seguinte. - E põe algo na tua cabeça, eu não estive com Putas ou vadias - avisou-me, porém sua primeira afirmação ainda rodava na minha cabeça.
- Aposto que foi a tua mãe que te fez chegar essa hora - disse - Imagino que tiveste uma festa especial para o teu terceiro aniversário de casado, organizada pela tua mãe - gritei - Quem lá estava?
- Estela! - Repreendeu-me.
- Boa noite Chris - disse dirigindo-me numa fraca corrida até as escadas.
Sua enorme mão rodou sobre meu pulso impedindo-me de subir o primeiro degrau e meu corpo foi arrastado até ao seu.
Colocou suas mãos em meu rosto e agachou um pouco para seus olhos encontrarem os meus.
- Desculpa-me - lamentou enxugando as lágrimas que corriam em meu rosto.
- Quero fazer-te sentir a dor que sinto - confessei com toda raiva que tinha com a voz tão suave que só ele seria incapaz de entender o recado.
- Nem te atrevas - ameaçou-me voltando a sua posição normal.
- Podes magoar-me e eu não? - Gritei com os meus olhos fixos nos sapatos pretos que estavam em seus pés.
- Não quis magoar-te e tu és minha mulher - justificou-se.
- Talvez seja esse o problema - disse.
- Não tragas o Liam em discussão - gritou.
- Boa noite Chris.


Image and video hosting by TinyPic
_________________________________________________
Olá My Lovers !!
Como estão vocês?
Então.... Este é o "Who?" Escrevi esse capítulo no meu pequeno telefone durante a aula de Analise Económica. Hahaha, e o professor estava cismado que estava no whatsapp, enfim.
Estela não te assustes! Só foram uns 6 aninhos a mais dos que tens hoje, nada de especial!
LOL!
Liela ou Chriela???
Vou amar escrever isso e se quiserem fazer alguma reclamação façam a Sia com a Música Breathe Me.
Tenho uma Tag para publicar, farei amanhã. ( Diana não esqueci)
E que tal eu passar a responder-vos no poste, não sei se lêem quando respondo nos comentários.
Estou indo já! Quero dormir para poder sonhar com dois rapazes com sotaques sexy's.
( Meu Namorado Permite! Ele entende que é Platónico e eu não o trocaria por ninguém! Acho? Liam Payne e Zac Efron é bastante tentador)
Tchau!!
Muah Muah!!

8 comentários:

  1. Hey
    Amei o primeiro capítulo, parece que vai ser bem dramática essa mini fic.
    Já estou com raiva do Chris! Que idiota!
    Não imagina, tu não estava com uma puta! Tenha paciência, já foi o tempo em que essas desculpas convenciam alguém!
    Vai lá Estela, pode ficar com o Liam, eu deixo!
    Quero só ver no que vai dar..
    Sim, eu leio quando você responde os comentários :)
    Posta logo, beijos!

    ResponderEliminar
  2. Eu conheço a Estela e posso dizer que ela escolheria o Liam. Ela ama os dois irmãos Hemsworth mas como o Chris é casado na vida real,ela ficaria com o Liam.
    Eu leio quando respondes nos comentários, é só dizeres no primeiro post em que começares a fazer isso. Depois eu vejo sempre.
    Posta logo.

    Bjs :)

    ResponderEliminar
  3. Quando disse que queria uma participação do Chris nunca imaginei que iria ainda ter alguma coisa com ele. Assim já fico indecisa com quem deva ficar eheh! Mas não gostei do Chris aí. Quero ficar com o Liam então :D
    A nossa junção de nomes é horrível. Cheguei a pensar em Estelam e Estehris mas soa tão mal.
    Posta logo.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  4. um Chris malvado!???? 0_0, não estava a espera, desculpa ter demorado tanto, a net está de tpm e está a descontar em mim.
    PS: eu leio sempre as respostas dos comentarios

    ResponderEliminar
  5. Não gostei do Chris. Espero que a Estela fique com o Liam.
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  6. Quando posta?!
    Estou a ficar preocupada.

    ResponderEliminar
  7. Hey
    aconteceu alguma coisa? ou desistiu do blog?
    Seja qual for a resposta, faça um post para avisar ;)
    Beijos!

    ResponderEliminar

© Curtinhas , AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena